Make your own free website on Tripod.com

Roberto de Sousa Causo -- Escrever com o Coração

Sobre o Causo

Home
A Saga de Tajarê
A Corrida do Rinoceronte
Um Excerto de A Corrida do Rinoceronte
Artigo
Links
Publicações Recentes
Como Escrever
Berserker
Nesta semana
Contos
Pé na Estrada
Projetos Atuais
Sobre o Causo
Resenhas
Contato
Ficha do Autor

sombra_autor.jpg

O "clipping" do meu livro, "A Sombra dos Homens" 
Cesar Silva e Marcello Simão Branco, os editores do "Anuário Brasileiro de Literatura Fantástica: Ficção Científica, Fantasia e Horror no Brasil em 2004", escolheram Causo como o "Destaque do Ano": "Causo foi o principal destaque da ficção científica brasileira no ano passado. E não apenas pelo reconhecimento à sua obra de pesquisa e crítica sobre a história dos gêneros fantásticos no Brasil -- ou de ficção especulativa, como ele prefere chamar --, mas também pela qualidade de suas peças ficcionais." A publicação, que traz uma substancial entrevista com o autor, pode ser adquirida por e-mail com os editores: cerito@click21.com.br & marcellobranco@ig.com.br.

Sobre o romance de fantasia heróica "A Sombra dos Homens":

"Guardiães da Terra-Média e Guerreiros da Ciméria que se cuidem. Chegou um poderoso rival."
-- CartaCapital

"A Sombra dos Homens prende da primeira à última página, numa aventura de ritmo rápido e febril... Tente respirar enquanto estiver mergulhado na aventura."
-- Jornal da Paraíba.

"A Sombra dos Homens é uma injeção de sangue novo na literatura de ficção fantástica nacional."
-- Dragão Brasil

"Causo desenvolve uma trama envolvente e, por que não dizer, brasileira por excelência."
-- Sci-Fi News

"Seus personagens, cenários e enredos vão buscar ingredientes na mitologia e cultura indígena nacional, com uma proposta clara -- e quase única -- de reciclar o gênero em nosso país, acrescentando algo inédito."
-- Fantastik

O que a revista Carta Capital disse a respeito do meu livro de não-ficção: 

Sem nada da estrutura rígida e indigesta de uma típica tese acadêmica [Ficção Científica, Fantasia e Horror no Brasil: 1875 a 1950] é uma leitura agradável e reveladora para aficcionados da FC e da cultura brasileira e uma nova referência para historiadores da cultura e críticos literários.

Causo delimitou seu estudo de uma forma pouco usual para a crítica ou para a maioria dos autores e fãs do gênero. Não é uma subliteratura menor ou fuga kitsch da realidade. Nem sempre é antecipação do futuro, promoção de utopias ou promoção da ciência. Não é um gênero fechado por convenções, como as histórias de detetive.

O que define a ficção especulativa é a figuração de mundos além dos cânones da experiência comum e da noção costumeira de “real”, mas que têm, cada um deles, uma lógica com a qual o leitor precisa se familiarizar e que o autor se obriga a manter […]

—Antonio Luiz M. C. Costa, “O Amanhã É nosso”. In CartaCapital, 14 de janeiro de 2004, Ano X, N.° 273, p. 54.

 

dinossauriatropicalia.jpg

Uma antologia de autores brasileiros

Trabalho de Editor

Antologias temáticas como esta que montei para as Edições GRD de Gumercindo Rocha Dorea são uma oportunidade de fazer contatos e de promover temas dentro da ficção científica, que de outro modo seriam apenas ocasionais. E eu gosto da idéia de estar ajudando meus colegas a iniciarem ou a darem continuidade às suas carreiras. Há alguns contos muito bons nesta...

Cesar Silva e Marcello Simão Branco, os editores do "Anuário Brasileiro de Literatura Fantástica: Ficção Científica, Fantasia e Horror no Brasil em 2004", escolheram Roberto de Sousa Causo como Personalidade do Ano.

Alguns dos meus autores favoritos, no campo da ficção especulativa: Orson Scott Card, "Robin Hobb", Stephen King, Ursula K. Le Guin. Fritz Leiber. Colegas brasileiros que admiro são Rubens Teixeira Scavone, Ivanir Calado, Braulio Tavares, Jorge Luiz Calife, Ivan Carlos Regina, e André Carneiro. E permita-me deixar claro que minha esposa Finisia Fideli escreve muito melhor que eu, pena que não escreva com a freqüência que eu gostaria. Se puder, confira o trabalho deles.

*
Fora da ficção especulativa sou apaixonado pelo trabalho de Anton Myrer -- "Uma Vez uma Águia", "The Big War", "O Último Conversível" --, e pela literatura sulista americana -- William Faulkner, Carson McCullers, Pat Conroy, Charles Frazier, Cormac McCarthy... Na "detective fiction" sou fã de Raymond Chandler, Dashiell Hammett, Robert B. Parker, e Martin Cruz Smith. Na "military fiction", além de Myers, Layne Heath e David Poyer. Richard McKenna, um escritor de FC, escreveu um muito bom, chamado "The Sand Peebles", que vale a pena procurar, assim como "They Came to Cordura", de Glendon Swarthout.
 
Os brasileiros... Tabajara Ruas, João Batista Melo (que também escreve FC), Guimarães Rosa e Oswaldo França Júnior.
 
Um livro sobre literatura que eu recomendo é "A Reader's Manifesto: An Attack on the Growing Pretentiousness in American Literary Prose", de B. R. Myers --- não deixa pedra sobre pedra, e traz muita luz ao estado atual da literatura contemporânea. (Há algumas citações do livro, na minha página BERSERKER.)